IN COLORS PROJECT

Gente da terra, por Paolo Ricca

AGOSTO, 2022

 “The Poetry of Primary Colors”, Menção Honrosa do 1.º IN COLORS PROJECT, faz parte de um projecto fotográfico com que o italiano Paolo Ricca homenageia quem trabalha a terra.
Na fotografia, três trabalhadoras agrícolas aguardam pelo início da jornada. Parecem distantes, cada a fitar o próprio infinito. Na aparente calma da composição, só as cores dão sinais da agitação que está para acontecer, quando as mulheres imergirem nos campos verdes.
Nesta descrição, que bebe das palavras do autor, está a súmula do que é o seu projecto “Il Sudore della Terra” [O Suor da Terra] como “peça” documental, emocional e artística.


Estamos perante um trabalho de reconhecimento de raízes profundas, pessoais e colectivas, realizado nos subúrbios de Roma. Paolo Ricca define-o como “uma viagem através das memórias de infância. Hoje, como ontem, redescubro na dureza dos campos os valores abraçados pelos meus avós”.
Em “Il Sudore della Terra” (que tem precisamente esta foto em destaque) há humildade, determinação e sacrifício; uma pulsação humana e telúrica sentida onde existe “uma encruzilhada a ultrapassar, uma subida difícil, a solidariedade entre as pessoas, a difícil relação entre filhos e pais, a coragem de um jovem casal apaixonado” – descreve o fotógrafo.

“The Poetry of Primary Colors” traduz a natureza conceptual do projecto e o âmbito da obra de Paulo Ricca. Como observa, o seu trabalho gira em torno de retratos e planos que “anulam a distância entre sujeito e observador”.
Comum em “Il Sudore della Terra” é ainda a presença de cores primárias, cruas, honestas, porque captadas sem flash. Permitem “expressar a autêntica dignidade dos sujeitos”. Eis “a paixão do vermelho, a esperança do verde e a brancura do azul”. Também pela força da composição e da metáfora, é a vida rural, árdua, contudo permeável à poesia, que sai honrada.
 

Outros artigos

PLATAFORMA PARA A VALORIZAÇÃO DA FOTOGRAFIA E DOS FOTÓGRAFOS.